As consequências da gravidez na Adolescência

As consequências da gravidez na adolescência afetam vários pontos da vida de uma jovem. Esperar um bebê não planejado muda todos os planos e gera novas responsabilidades que não são típicas na faixa etária. A adolescente precisa estar preparada para mudanças severas na vida pessoal, profissional e até mesmo na saúde.

De acordo com o relatório “O Estado da População Mundial 2013”, elaborado pelo Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), a gravidez na adolescência se encontra em declínio no Brasil e em outros países em desenvolvimento. No entanto, ainda há mais de 20 mil meninas menores de 18 anos dando a luz diariamente em nosso país.

O número de adolescentes brasileiras grávidas caiu, mas ainda é preocupante. (Foto: Divulgação)

O número de adolescentes brasileiras grávidas caiu, mas ainda é preocupante. (Foto: Divulgação)

Dos bebês nascidos vivos no Brasil ao longo do ano de 2010, 19,3% são filhos de adolescentes. O estudo da UNFPA acredita que o índice expressivo de gravidez na adolescência está relacionado aos problemas sociais. Muitos culpam a falta de informação como a principal causa da gravidez na adolescência. Antigamente, isso até podia ser o motivo do problema, mas atualmente esta afirmação não faz mais tanto sentido. Hoje, as meninas são orientadas nas escolas, podem encontrar informações na internet, em revistas, jornais e na televisão.

Quais são as consequências da gravidez na Adolescência?

Vida pessoal

A vida pessoal é um dos pontos mais afetados pela gravidez na adolescência. Primeiro a menina precisa lidar com a repreensão da família e até mesmo o abandono. Depois ela tem que enfrentar o pai da criança, que nem sempre assume as responsabilidades.

A adolescente vai precisar de apoio. (Foto: Divulgação)

A adolescente vai precisar de apoio. (Foto: Divulgação)

Quando o bebê nasce, a adolescente acaba se privando de muitas coisas que gostava de fazer para cuidar do filho. Ela dificilmente sai com os amigos, não tem tempo para passear, frequentar a academia ou praticar algum hobbie como costumava fazer antes. Toda situação se torna mais complicada quando ela não tem o apoio da própria família. A adolescente grávida pode enfrentar dificuldades financeiras e entrar em crise com o namorado. A insegurança, o medo e a falta de maturidade também costumam afetar a forma como a menina educa o seu filho.

Vida profissional

Quando a adolescente descobre que está grávida antes dos 18 anos, a menina precisa ficar afastada alguns meses da escola para dar a luz e se recuperar do parto. Com o nascimento do filho, ela passa a não ter mais tanto tempo para estudar e se dedicar ao vestibular. Quando não há uma contribuição da família, dificilmente a adolescente consegue entrar na faculdade. Em outras palavras, a gravidez na adolescência pode atrasar a vida profissional e comprometer os sonhos de carreira.

A gravidez precoce pode afetar a saúde. (Foto: Divulgação)

A gravidez precoce pode afetar a saúde. (Foto: Divulgação)

Saúde

O corpo de uma adolescente com menos de 14 anos não está preparado para uma gestação. A gravidez precoce pode comprometer tanto a saúde da mãe quanto a do bebê. Aumentam as chances de desenvolver anemia, pressão alta e complicações durante o parto. O sistema emocional descontrolado também costuma comprometer a saúde na gravidez. Veja abaixo uma reportagem com um especialista no assunto:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *