Sedentarismo – O que é

Podemos dizer que, hoje em dia, muitas pessoas praticam esportes e são saudáveis, mas por outro lado, existem milhares de pessoas que não fazem se quer uma caminhada semanal, tratado como sedentarismo, as pessoas quando ouvem falar disso, nem se espantam pelo fato de não conhecerem a fundo esta doença. O Sedentarismo: Resumidamente falando, este assunto pode ser definido como o lado oposto da flexibilidade física saudável, ou seja, para as pessoas que não praticam esportes, o corpo sente a cada momento, com a falta  de atividade física suficiente, a saúde da pessoa pode ser comprometida, isso a longo ou curto prazo dependendo do peso, alimentação, e vícios também. Quando falamos de falta de atividade, todos já lembram do esporte, pois bem, não é só isso.

Para as pessoas que, mesmo não praticando esportes, mas atuando em casa, ou até mesmo no trabalho, exercendo atividades físicas regulares, como limpar a casa, caminhar de casa para o trabalhou, ou vice versa, realizar funções profissionais que requerem esforço físico, não são classificados como sedentários. O sedentarismo acontece quando a pessoa gasta poucas calorias diárias com atividades físicas. O sedentarismo é um dos fatores de risco intimamente relacionados com o aparecimento de doenças como a hipertensão, doenças respiratórias crónicas e distúrbios cardíacos. Pesquisas mostram que, o risco de se ter uma doença cardiovascular aumenta uma vezes e meia nas pessoas que não têm uma vida ativa. Mais de 60% da população adulta não pratica exercício físico.

Pessoas sedentárias podem melhorar sua saúde e bem-estar ao ficarem moderadamente ativas de forma regular. Atividade física não precisa ser extenuante para alcançar benefícios à saúde. Os melhores benefícios à saúde podem ser alcançados aumentando a quantidade (duração, freqüência, ou intensidade) da atividade física. Se você é uma pessoa que não pratica esportes, e se sente cansada diariamente, e não se sente com muito clima para fazer exercícios, pode se considerar uma pessoa sedentaria, mas não se preocupe, isso não é o fim, procure um médico e um nutricionista, eles irão te ajudar com as atividades diárias que você pode fazer para mudar.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *